domingo, 13 de abril de 2014

UMA SÚPLICA

Responde minha senhora
Aquilo que eu perguntar.
Se possível, por agora
Quando eu posso observar.
No tempo que eu vivi
Na Terra, a trabalhar,
Cometi muitos deslizes
Que só fazem atormentar.
Eu achei, sinceramente
Que a morte, no meu parecer,
Livraria a minha mente
Para nunca mais sofrer!
No entanto, eu não morri.
Vivo, mais vivo  que antes,
Todos os comprometimentos
Atormentam a cada instante.
Estou bastante confuso.
Não sei como me portar...
Será que a senhora sabe
A maneira de ajudar?
Eu ouço-a diariamente
Falar de um Mestre: Jesus!
Embora eu não entenda,
Percebo um pouco de Luz!
Peço a sua permissão
Para estar mais do seu lado
E encontrar com precisão
Nas falas que tem falado,
A minha libertação!
Esse momento esperado!
E com ele, a minha gratidão!

Alguém que precisa de paz - 07/04/14 - Luci Ferreira de Oliveira

PERCEBER

É a sintonia no bem
Que nos sustenta na vida.
O entendimento que vem
Na tarefa bem cumprida,
Onde as dúvidas se esvaem
E fica somente a certeza
Do que vem e do que fica.
A vida tem seus momentos
Ora bons, ora ruins.
Saber enfrenta-los todos
Faz parte do crescimento
Que buscamos sem cessar,
Nos ensinos que Jesus,
Não cansa de administrar.
O  bom dia e o boa tarde
Pedidos nesse convívio
Deve ser observado,
Mantendo o equilíbrio.
Esse tempo que vivemos
Na Terra reencarnados,
Passa rápido, ligeiro...
E pode ser que aconteça
Que ao querermos conversar
E até mesmo nos abraçar,
Um de nós já se ausentou!
E então nós sofreremos,
Com a lacuna que ficou!

Albert - 04/04/14 - Luci Ferreira de Oliveira

É CARIDADE

Também é caridade
O trabalho que realizam.
São muitos os corações
Que se sentem consolados
Com os relatos trazidos.
Não só amenizam as dores,
Como também diminuem
A saudade que machuca,
E o desespero que educa,
Porque sabe que o outro vive.
E então mais conformados,
Não só encontram a paz,
Como são abençoados
Todos os que aqui permanecem,
Para escutar o clamor,
A notícia que enriquece
E que a todos favorece
No equilíbrio promissor.
E nós outros que aqui estamos
Observando e ajudando,
Pedimos na nossa prece
Trazer para cada um que trabalha,
Auxílio nessa batalha,
Envolvida no amor,
Que conforta, sustenta e agasalha
Com o auxílio do Nosso Senhor!

Luis Otávio - 02/04/14 - Luci Ferreira de Oliveira

ESCLARECENDO

Viver, morrer, renascer,
São as etapas da vida
Que devemos aproveitar;
Para que na despedida
Daqueles que vão nos deixar deixar,
Mais alegria exista.
E se quisermos chorar,
Que seja pela saudade
Que o amigo vai deixar!

Não teve assinatura  -02/10/13 - Luci Ferreira de Oliveira

ATENÇÃO

Cuidado com o que faz!
Conduza sua sintonia
Sempre no caminho do bem.
É você que é responsável
Pela vida que levar.
É de você que esperamos
A razão que dita a fé.
Já parou para escutar
As palavras que sonoras
Conforta aquele que chora
E confia em você?
É essa mesma conduta
Que precisa oferecer
No cadinho que depura,
Quando a sós, na amargura,
Na aflição, na desventura.
Calar para não  comprometer,
O pouco que já caminhou e
Exigiu muito de você!
Vai jogar tudo isso fora?
E o seu comprometimento?
Prometer é muito fácil.
Quero ver você fazer!
Cuide-se minha amiga.
Deixe  de tanto melindre!
Melhore o seu proceder!
O tempo passa depressa.
Aproveite o que lhe falta
E resolva esse problema
Que precisa terminar.
Você é forte, acredite.
Em vez de falar, medite
E você vai acertar!

Um amigo  -24/03/14 -Luci Ferreira de Oliveira


CONVITE

Convida o Cristo: " Vem e segue-me! "
Retruca o homem: " Ainda não! "
A vida, é oferecimento ao desfrute, ao prazer.
Por que agora, ainda jovem eu devo aprender?
Responde o Cristo: " Siga o caminho que escolher...
E o homem segue, e deixa-se levar nos devaneios
Que as suas companhias lhe oferecem.
E vive despreocupado, e assim condicionado,
Não percebe que está a se perder.
Somente mais tarde, muito tarde,
Entende que errou e quer voltar.
Só que agora, com a sua idade,
Só tem um jeito; reencarnar!
E quando entende isso, aceita o sofrimento.
Busca incessante o aprendizado,
Que deveria ter realizado
Quando Jesus chamou.
E agora, o tempo que perdeu,
Não pode resgatar...
Mas, aprende e espera confiante,
O tempo de consertar!

Um amigo - 19/03/14 -Luci Ferreira de Oloiveira

MORRÊ

Essa coisa de morre
É só pra assustá a gente.
Ninguém morre, minha fia.
Apenas a gente  vorta
Lá pro lugá de onde veio.
Se a nossa vida é boa,
É bom a gente vortá.
Mais se nóis num fomo bom
Eu nem te posso contá.
Purisso tem os que chora,
Tem aqueles revortado
E tem tamém preguiçoso
Qui fica acomodado.
Num se admire cumadi;
A Lei num perde de vista
Nada de bom ou de ruim,
Qui nóis conserva anotado
Naquela nossa atitude
Qui deve ser perdoada.
Mas o perdão que ti falo
Deve ser dado por nóis!
Pois é nóis qui precisa
Sê assim bem descurpado.
Corage minha cumadi.
Aproveite bem o tempo
Purque a ninguém vai ser dado,
A data do acontecimento!

Um Amigo do Coração  -  29/01/14 Luci Ferreira de Oliveira

ANALISAR

Liberte-se enquanto pode
Do desânimo, das dores.
Abre um pouco essa janela;
Procure debruçar-se nela
E analisar a paisagem
Que o astro-rei, com vantagem
Ilumina, aquece e oferece
Vida abundante a quem
Deixar-se tocar por ele,
E aceitar-lhe a energia
Que não cobra de ninguém.
Eleva seu pensamento
Àquele que lá do Alto
Nunca esquece de ajudar,
Que você vai encontrar
A energia sublime.
Só ela pode curar!
Depois analisa tudo
Que você pode fazer.
Fale alto e ouça o som
Que consegue emitir.
Só cuidado com o que fala.
Tudo fica registrado;
Você não pode mentir!
Depois ande; corre até;
E repare que os seus pés
Não reclamam; apenas leva
Você, aonde quiser!
Tudo isso você vê!
Analisa o que é ver!
Quantas pessoas não podem
Falar, correr, enxergar...
Pensa um pouco meu amigo.
Pensa um pouco aqui comigo;
O que tem para reclamar?

Luis Otávio - 27/01/14 - Luci Ferreira de Oliveira

quinta-feira, 10 de abril de 2014

ESTÍMULO

Ei, cumadi, se anima!
Fazê, errá e tentá outra veis
É pussive acontecê;
Mas, disanimá, isso não!
Assim eu nun quero te vê.
Eu estô sempre por perto
Para tenta ajudá oce.
Mas, cum essa sintonia
Tá difícil ressorve.
Presta um poco  mais de atenção
No estudo qui ocê faz.
Estudá é aprendê;
E quem aprendi, cumadi,
Num se importa cum ciume
Cum inveja ou cum queixume
Qui vem pra nos agredi!
O maior aprendizado,
O qui é preciso retê,
Está na fala de Jesus:
"O Espírito eterno
Num deve se preocupá,
A não sê consigo mesmo,
Si ele que caminhá."
Pensa grande minha cumadi!
Ocê ainda tem tempo
De alinhá seus pensamento.
Vai depende só de ocê,
Aceitá o ensinamento
Qui busca pros seus trabáios.
Isso é fácil, vamo vê:
"Interpretá direitinho,
Assimilá cum carinho
E cumeçá a faze!"
Então querida cumadi,
Posso conta cum oce?

Um amigo do coração ´- 30/09/13 -Luci Ferreira de Oliveira

OFERECIMENTO

Você já olhou à noite,
As estrelas fulgurantes
Acesas, acima no céu,
Clareando a madrugada,
Àqueles que estão caminhando
Sem a luz, que ilumina
Seus passos, que vacilantes,
Cambaleiam, tropeçando,
Em todos os obstáculos
Que o caminho vai mostrando?
Você já se perguntou
Por que enfrentam assim
O caminho tortuoso
Escuro, e até maldoso
Com armadilhas sem fim?
Porque precisam enfrenta-lo!
Não tem como ignorá-lo,
Se quiserem encontrar
A paz em algum lugar,
Onde o mal já se esgotou
Todo o seu potencial...
É preciso caminhar...
Não podemos desanimar...
Nosso tempo se acaba!
Agora é tudo ou nada!
O que você vai escolher?
É a sua caminhada!
Mas, posso lhe oferecer
O apoio do meu braço,
Para amparar o cansaço
Que você poderá ter!

Albert -22/07/13  -Luci Ferreira de Oliveira

SÚPLICA

Eu não sei falar bonito,
O que eu sei é só chorar
Há tempos, minha senhora
Que eu não posso descansar.
Quando durmo, é esgotado
Pela fome, pelo frio,
Pela turba que me segue,
Por tudo o que me persegue!
Quero paz, não sei buscar...
Quero rir e não chorar...
Quero a Luz que não encontrei!
Quero rezar e não sei!
Ore por mim, eu preciso.
Eu clamo pelo amigo
Que eu nunca conquistei!

Não teve assinatura - 26/06/13 - Luci Ferreira de Oliveira

ENCONTRO

Como vai querida amiga?
Há muito não nos encontramos.
Com certeza, é a própria vida,
Que esperou paciente
O momento que pudéssemos
Assim nos aproximar;
Sem as mágoas do passado,
Insistindo em nos marcar.
Hoje, estamos diferentes.
Cada um com o seu jeito
Transformou a sua história.
É preciso que agora
Cultivemos o ensinamento
Que com muito sofrimento
Tentamos interiorizar!
Consegui olhar você
Sem recordar no passado
A triste história que a vida
Com as nossas decaídas
Nos fez assim revoltar.
O tempo para nós agora
É um tempo diferente.
É preciso achar na hora
Que passa assim livremente
O tempo de se acertar.
Coragem querida amiga;
É assim que vou chama-la.
E pode contar comigo
Em qualquer ocasião.
Você transformou-me no amigo
Que sem mágoa, sem receio,
Abre para você, por inteiro
Curado, o seu coração!

Sou agora "O Amigo"  -24/06/13- Luci Ferreira de Oliveira

TEMPO

O tempo que nos foi dado
Deve ser aproveitado
Em todo o potencial.
O tempo que a gente tem,
É o mesmo que pedimos,
Que estruturamos e medimos,
Para o trabalho assumido
Na grande Escola da Vida,
Chamado "Trabalho do Bem!"
Por isso nós precisamos
Estar sempre vigilantes,
Porque se ele passa ocioso,
É um tampo valioso
Que deixamos se resvale
Nos minutos, nos detalhes
Que ousamos não avaliar!
É a fala sem razão
Que leva à discussão,,,
É aquela intolerância
Que insistimos aceitar...
É o trabalho que nos cansa
E convida a reclamar,
Permitindo que o tempo
Vá se escoando aos pouquinhos;
E quando nós acordamos
É que então verificamos
Que o tempo que programamos,
Acabou!
E não temos tempo mais
Para nos reprogramar.
A encarnação se findou!
E o nosso tempo agora
É o tempo de retornar!

Albert - 10/06/13 -Luci Ferreira de Oliveira

RESULTADO

A morte querida irmã
Não santifica ninguém.
Tudo aquilo que encontramos
Que sentimos e que falamos,
São os frutos das atitudes
Que na vida empregamos!
Os milagres que queremos
São invenções passageiras.
Só o trabalho no bem,
Nos dá condições verdadeiras
De sentir as vibrações
Que nos acolhem certeiras
Quando chegamos no além.
Para ter a felicidade
Que todos queremos ter,
É só trabalhar de verdade
Aquilo que a vida está
Sempre a nos oferecer.
O Cristo, querida irmã
Vivenciou para nós
A conduta que é cristã,
E que devermos aprender.
Só assim conseguiremos
Encontrar aquela paz
Que andamos pretendendo.


Luis Otávio - 05/06/13

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

ESCLARECIMENTO

Quem falo, minha cumadi,
Qui a vida da gente é fácil?
Quem disse para ocê
Qui inquanto permanecê
Nessa luta qui nóis tamo
A gente num vai sofrê?
Esse tempo qui nóis chama
De período redentô,
Só passa quando nóis sabe,
Qui o Cristo, Nosso Senhô,
Na sua grande mensage
Envolvida de amô,
Num trouxe facilidade;
Apenas nos cunvidô
A entendê essa verdade:
O Espírito criado
Pelo amô do nosso Pai
Por quere se transviô.
E a chamada misericórdia
Qui Ele nos presentiô
Vai mostrando para nóis
Onde é qui nóis faiô.
E nóis qui tamo cresceno,
Aceitamo o disafio
De cunsertá onde errô.
Corage, minha cumadi!
O qui farta pra ocê?
Joga fora essa tristeza!
E encara cum firmeza
A tarefa qui lhe espera.
No caminho qui conquistô;
Nesse caminho cumadi,
Muito amigo de verdade
 De ocê se aproximô!
Portanto, é o cunhecimento
Qui ocê tá arquivano
Qui ocê vai precisá
E só buscá esse arquivo
Para ocê recordá,
Qui nóis vamo aproximano...
E envolvidos de amô
Desse amô qui conquistamo,
Nóis e ocê trabaiano,
Vamo encontrá a fortaleza,
Qui nóis todo precisamo!.


Um amigo do Coração -Luci Ferreira de Oliveira- 03/06/13










sábado, 15 de junho de 2013

O AMOR

Já falei da caridade.

Vamos falar do Amor.

Daquele Amor sem maldade

Do exemplo do Nosso Senhor!


O Amor que é doação...

que é riso sem malícia,

Trabalhado na razão

Da criatura otimista...


O Amor que é renúncia,

Inventado pelas mães...

Para abraçarem seus filhos

Como Anjos Guardiães...


O Amor fraternidade,

A proposta de Jesus!

O que prega a igualdade

Que comanda e que conduz...


O Amor Divino do Cristo

sempre a nos alcançar...

Sua doce companhia

Quando podemos privar!


Ah! o Amor!

Essa Luz que fortifica,

Que encoraja e que seduz!

É uma força grandiosa


Que vem do Mestre Jesus!

É a fala carinhosa...

A proteção milagrosa...

Para enfrentar nossa cruz!


Um Espírito amigo


Luci Ferreira de Oliveira

CONFIANÇA

Espera sempre da vida
O que a vida pode dar.
Jamais serás conduzida
Às quimeras desejadas
Se não existir motivo
Ser assim presenteada.
A vida é prova constante
Para todos os viventes.
Prova não é só sofrimento;
É muito mais ensinamento
Na oportunidade que trás.
Aceite a  oportunidade.
Enriqueça de virtudes
Seu tesouro em preparo.
Nada  do que e material
Deve pois movimentá-lo.
Virtudes são preciosidades
Para serem assimiladas.
E só vencendo os problemas
Sem queixas que criam dramas,
Seremos recompensados.
Cada vez que vem a trama
Tecida nas aflições,
Pense no teste que existe,
Para ver se o ensino
Deixado por Jesus Cristo,
Está fazendo o trabalho
De mudar o interior.
É só nessa vigilância
Que a gente conseguirá
Vencer a luta que é nossa.
Jesus Cristo o nosso Mestre.
Seu ensino, o caminhar.
A vontade, a alavanca
Que pode movimentar
E trocar inferioridades
Pelas preciosidades
Das virtudes que Jesus
Exemplificou sem cessar!

Não identifiquei o Espírito - 05/10/11-Luci Ferreira de Oliveira

Refletindo

Se você desconhecesse
O grande siginficado
Que a Lei de Deus nos trás
Corrigindo o passado.
Com certeza a tristeza
Com as suas consequências
Pode ter razão de ser!
Mas, conhecendo a essência
Que trás o ensinamento;
A direção verdadeira
Que nos convoca altaneira
 Na resposta que devemos
Àqueles que conosco
Renasceram onde vivemos;
Não tem o que questionar.
À medida que queremos,
E possibilita acertar,
Quem determina é o juiz
Que todos nós carregamos
Chamado de consciência.
Esse juiz, minha irmã
Está em permanente alerta.
Então, em vez da tristeza,
Por que não experimenta,
Com seu porte de nobreza
Enfrentar a sua luta?
Pode causar estranheza
Estar ereta, confiante,
Embora a todo instante
Uma agressão a espreita.
Chorar por isso é bobagem.
Isso tem que dar coragem
Na fortaleza constante
Que precisa existir!
Sorria mais, não se agaste.
Confia no aprendizado
E procure entender,
O ensino que nas entrelinhas
Fala direto a você.
Só depois que conseguimos
Encontrar esse ensino
É que nós vamos crescer!

Albert - 25/03/13 - Luci Ferreira de Oliveira



PARA REFLETIR

Orça bem minha cumadi;
Nesse tempo de mardadi
O qui sarva nóis é a fé.
E é um mundo tamém
Qui nóis chama provação!
E si nóis estamo nele
Num devemo ter ilusão!
Ele tem momento bão
E tem aqueles ruim.
Um acarma o coração
E prepara a criatura
Para a hora verdadera
De mostrá para si mesmo
Qui aprendeu a lição.
Não deixe qui o pessimismo
Tire de ocê o mérito
Da sua libertação!
O Pai nos ama cumadi...
É nóis qui trais a mardade
Das atitude de otrora.
Fique firme, não se agaste.
É agora qui o trabaio
Faz o papel necessário
Para aquele equilíbrio
Qui ocê pricisa tê.
Use a prece toda hora.
É só uma fase qui passa
Como todas qui si mostram.
Uma encarnação, um período.
Um teste quando aplicado,
É purquê a criatura
Já aprendeu o sufuciente
Para num sê reprovado.
Erga a fronte e siga alegre.
Conte comigo tamém.
Se ocê pudesse ver
Quanto amigo ocê tem!
O tempo passa depressa.
Valorize o qui interessa,
Purquê quando ocê vortá,
Aquilo qui vai contá
É só a tarefa no bem!
É essa qui acende a Luz
Qui o nosso Espírito tem!

Um amigo do Coração - 14/10/11  -Luci Ferreira de Oliveira

OPORTUNIDADES

Espera sempre da vida
O que a vida pode dar.
Jamais serás conduzida
Às quimeras desejadas,
Se não existe motivo
ser assim presenteada.
A vida é prova constante
Para todos os viventes.
Prova não é só sofrimento;
É muito mais ensinamento
Na oportunidade que trás.
Aceite a oportunidade.
Enriqueça de virtudes
Seu tesouro em preparo.
Nada do que é material
Deve pois movimentá-lo.
Virtudes são preciosidades
Para serem assimiladas.
E só vivendo os  problemas
Sem queixas que criam dramas,
Seremos recompensados.
Cada vez que vem a trama
Tecida nas aflições,
Pense no teste que existe,
Para ver se o ensino
Deixado por Jesus Cristo,
Está fazendo o trabalho
De mudar o interior.
É só nessa vigilância
Que a gente conseguirá
Vencer a luta que é nossa.
Jesus Cristo o nosso Mestre
Seu ensino, o caminhar;
A vontade a alavancar
Que pode movimentar
E trocar inferioridades
Pelas preciosidades
Das virtudes que Jesus
Exemplificou sem cessar!

Não identifiquei o Espírito.  -05/10/11  Luci Ferreira de Oliveira

segunda-feira, 27 de maio de 2013

REALIZAÇÕES

A vida passa e com ela,
Nossos sonhos, tão sonhados,
Nos mostram que na realidade
Precisam ser conquistados.

Os milagres não existem.
São apenas as crendices
Daquele que não aprendeu
Ou não quer raciocinar.

Qualquer sonho, o meu o seu,
São convites ao trabalho
Que não deve mais parar.
São certezas que nos levam

Ao caminho a se mostrar!
Caminhar nesse caminho...
Ver o sonho lá na frente,
E todos os obstáculos

Que devemos enfrentar!...
É só calcular direitinho...
Pensar muito, repensar...
Para o sonho realizar!

Luis Otávio - 08/10/12  -Luci Ferreira de Oliveira

VIGILÂNCIA

Abra o seu coração
Deixe o ensino entrar!
Não questione; a questão
É querer modificar,
A conduta que então
Tem deixado a desejar.
Olha a luz que trás o dia!
O trabalho a convidar,
Jogar fora a tristeza
Se quer mesmo trabalhar.
Tudo aquilo que conquista
É seu para administrar.
Veja quanto conquistou:
A arte de aprender e em
Consequência ensinar...
A certeza que permite
Àquele que está ouvindo
Tentar se modificar.
E nesta rotina da vida,
Não há mais tempo, querida,
Para buscar sofrimento,
Que não passará do momento,
Até que aqueles que agridem
Encontrem também no tempo,
Na grande roda da vida.
Aquele mesmo sofrimento
Que a mente jovem, atrevida
Buscou e nos agrediu.
Viva agora o seu momento
E se acaso o pensamento
Oferecer-lhe a tristeza;
Ore, ore muito e com firmeza!
Transforme qualquer problema
Na grandeza de vencê-lo.
 Condições de superar!
E você caminhará
Mais desperta, mais serena
E também conseguirá
A paz, que jamais condena!

Albert  -Luci Ferreira de Oliveira -01/04/13

CONHECIMENTO

Se você desconhecesse
O  grande significado
Que a Lei de Deus nos trás
Corrigindo o passado;
Com certeza a tristeza
Com as suas consequências
Podia ter razão de ser!
Mas, conhecendo a excência
Que trás o ensinamento,
A direção verdadeira,
Que nos convoca altaneira
Na resposta que devemos
Àqueles que conosco
Renasceram onde vivemos;
Não tem o que questionar.
À medida que queremos,
E possibilita acertar,
Quem determina é o juiz
Que todos nós carregamos
Chamado de consciência.
Esse juiz minha irmã
Está em permanente alerta.
Então, em vez de tristeza,
Por que não experimenta,
Com seu porte de nobreza,
Enfrentar a sua luta?
Pode causar estranheza
Estar atenta, confiante,
Embora a todo instante
Uma agressão a espreita.
Chorar por isso é bobagem.
Isso tem que dar coragem,
Na fortaleza constante
Que precisa existir!
Sorria mais, não se agaste.
Confia no aprendizado
E procure entender
O ensino que nas entrelinhas
Fala direto a você.
Só depois que conseguimos
Encontrar esse ensino,
É que nós vamos crescer!

Albert - Luci Ferreira de Oliveira -25/03/13

A fé, querida criança
É a força, a esperança!
É a luz que irradia
A paz, que é libertadora!
Vida sem fé não existe.
Será sempre a vida triste
Desolada, imperfeita...
A fé que brota no Espírito,
É sempre a fé radiante,
Esperançosa e incessante
Que enova e que garante
A Luz que cresce constante
Mostrando a nós o caminho
Que devemos caminhar.
É a fé que retira os espinhos
Que o nosso comportamento
Espalhou, por onde vamos passar.
Só depois desse trabalho,
A tarefa de renovar,
Vai nos deixar ver a vida
Maravilhosa e querida!
Em vez de espinhos, rosas!
Uma paisagem florida,
Perfumada, que inebria!
É a vida  transformada
Que o trabalho propicia.

Luis Otávio  -Luci Ferreira de Oliveira -18/03/13

SONHAR

Caminhe querida irmã
Nesse caminho que vê.
Observa quantas flores
Quantas folhagens em cores,
Quantos perfumes, odores
Que só ali pode ter!
Também a tranquilidade
No caminho a se fazer!
São lugares como esse
Que nós podemos buscar,
Para nos harmonizar
Quando a prova se mostrar;
Cobrando a paciência
Que nós precisamos ter,
Para a  prova enfrentar!
Se reparar no caminho,
Nas árvores que se enfileram,
Como fortes sentinelas,
A oferecer segurança...
Verá que em cada uma delas
Uma raiz se levanta
E se modela num tanto,
Trazendo o jeito de um banco
Ofertando ao que caminha
Um cantinho confortável
Onde poderá se acolher!
E se você se acomodar,
Conseguirá num olhar,
Abranger toda a paisagem.
Vai encontrar em cada flor,
Também em cada folhagem,
Nas árvores e nos odores,
A energia divina
E buscá-la para você.
E ao, voltar desse sonho
Que nós podemos fazer,
Sentirá que forças novas
Revigoram o seu Ser!

Luis Otávio - Luci Ferreira de Oliveira - 28/01/13





quinta-feira, 18 de abril de 2013

Vigiar

Abra o seu coração
E deixe o ensino entrar.
Não questione; a questão
É querer modificar,
A conduta que então
Tem deixado a desejar.
Olha a Luz que trás o dia!
O trabalho a convidar,
Jogar fora a tristeza
Se quer mesmo trabalhar.
Tudo aquilo que conquista,
É seu para administrar.
Veja quanto conquistou:
A arte de aprender e em
Consequência ensinar...
A certeza que permite
Àquele que a está ouvindo
Tentar se modificar.
E nesta rotina da vida,
Não há mais tempo querida,
Para buscar sofrimento,
Que não passará do momento.
Até que aqueles que agridem,
Encontrem também no tempo,
Na grande roda da vida,
Aquele mesmo sofrimento
Que a mente jovem e atrevida
Buscou  e nos agrediu.
Viva agora o seu momento
E se acaso o pensamento
Oferecer-lhe a tristeza;
Ore, ore muito e com firmeza!
Transforme qualquer problema
Na grandeza de vencê-lo!
Só assim você terá,
Condições de superar-se.
E você caminhará
Mais desperta, mais serena,
E também conseguirá
A paz, que jamais condena!

Albert - 01/04/2013  -  Luci Ferreira de Oliveira

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

OBSERVAR

Olhe o sol que acorda o dia
Convidando a trabalhar.
Atenda sem rebeldia
A tarefa a se mostrar:

O sorriso e o bom dia
Jamais deverão faltar.
Em nenhuma hora do dia
Nós devemos reclarmar!

Ir e vir, poder andar...
Palavras pronunciar...
À nossa volta enxergar...
São dons para desfrutar!

Vamos empregar nosso tempo
De uma forma mais sensata:
Trabalhando e aprendendo,
Sem a queixa que maltrata!

Geraldo Lacerda
Luci Ferreira de Oliveira

quinta-feira, 14 de julho de 2011

ALERTA

Cuidado minha cumadi.
E preste muita atenção
Na ajuda qui nóis tem.
Ela vem sempre de Deus,
O pai de misericórdia.
A Sua Lei tá escrita
Na vida santa do Cristo.
Ele ensinou prá nóis
A maneira mais correta
De vencer dificuldade.
Purquê as dificuldade
É sempre nóis qui criamo,
Quando ainda não entendemo,
Na atitude qui tomamo,
A consequência mardosa:
"Os fruto qui espalhamo!"
Saboreie agora o seu!
Se tá amargo dimais
Ponha um pôco de açuca.
Mas a açuca qui eu falo
Você só vai encontrá
Na Mensagem qui o Cristo
Veio prá nóis vivenciá.
Coragem, minha cumadi!
Jogue fora essa tristeza!
Você já viu no espeio
Qui a nossa cara triste
É também uma cara feia?
Tudo passa nessa vida;
Mas passa bem divagá,
Qui é prá curá a firida
Qui nóis vive a cutucá.
Pensa belo, pensa grande
Assim como pensa Jesus.
Não reclame, apenas ande,
Carregando a sua Cruz!

Um Espírito do Coração -Luci Ferreira de Oliveira

segunda-feira, 4 de julho de 2011

APROVEITAR O TEMPO

O sol, a luz a brilhar,
O vento constante a soprar,
Embelezam o dia claro
Num convite a trabalhar!

As horas que somam o dia
Devem ser aproveitadas.
Muita coisa para fazer
E a gente não faz nada.

Distrai-se a falar demais,
A brincar com coisa inútil,
Deixando o tempo passar,
Se entretendo com o que é fútil.

Cuidado! O tempo não pára.
E o tempo, é o tempo que tens.
Aproveite cada instante
Usando o tempo no bem!


Geraldo Lacerda - Luci Ferreira de Oliveira

quarta-feira, 22 de junho de 2011

SOBRE O TEMPO

No tempo que o tempo tem,
Na luta que a vida é,
Nos transtornos que se vêm,
Nas procura do que quer.
A nossa história registra
As consequencias dos atos.
E são essas consequencias
Que nos darão em sequência
A vida boa ou ruim
Que nos aguarda no espaço.
Sabedores de que é assim,
Podemos modificar
Aquilo que é ruim,
E deixar na nossa história
Coisas boas para contar.
No tempo que o tempo tem,
Esquecemos de encontrar
Motivos que auxiliam
Não só o tempo passar,
Mas as glórias que devemos
Com o tempo movimentar.
Uma palavra sadia...
Um ombro para oferecer...
A fome para acalmar...
Tanto, tanto para fazer,
E muito para consertar!
Fazer do inimigo um amigo...
Abraçar o familiar...
Dividir o que acumulamos...
E que não podemos levar...
Entender que Jesus Cristo
O nosso Mestre e senhor,
Na vivência da tarefa
que um dia Ele aceitou...
Espera por resultados.
A vida, a nossa Escola;
A lição, nossos problemas.
Encará-los e vencê-los
Será sempre a luta que temos.
A promoção, a mudança;
Não voltar, a segurança,
E para assim avançar,
É só seguir no caminho
Por onde Jesus passou,
As marcas que encontrar!

Geraldo Lacerda - Luci Ferreira de Oliveira